fbpx

Para conhecer a Palavra de Deus, é preciso estudá-la levando em consideração o discernimento que o Espírito Santo nos dá, o contexto de cada passagem bíblica e a origem das palavras. Afinal, a Bíblia foi escrita em grego, hebraico e aramaico. Após as traduções, alguns significados podem não receber a devida atenção. Por isso, é essencial buscar a definição de origem dos versículos para aumentar a compreensão da Palavra de Deus.

Sobre a relevância de estudar as línguas de origem da Bíblia, Martinho Lutero disse: “ainda que o Evangelho tenha chegado até nós através do Espírito Santo, é inegável que tenha vindo também por meio de idiomas, e tenha sido conservado e divulgado valendo-se deles. Tanto quanto apreciamos a Palavra de Deus, tanto devemos nos esforçar também para aprender esses idiomas. Porque não foi em vão que Deus decidiu transmitir as Suas Escrituras nessas línguas. Se Deus não desprezou esses idiomas, mas os escolheu dentre todos os outros, para que neles fosse escrita a Sua Palavra, também nós deveríamos honrá-los acima de todos os outros”.

Dominar línguas, como grego e hebraico, permite declarar as mesmas palavras que Jesus, seus discípulos e os profetas declararam. Entender corretamente o significado original das palavras da Bíblia é muito importante para ensinar conceitos bíblicos de forma mais profunda e ampla nas igrejas. Por exemplo, alguns conceitos do hebraico podem não ter correspondentes adequados em português – o que pode gerar uma leve confusão no entendimento.

Como aprender grego e hebraico com foco na Bíblia

Para aprender línguas tão diferentes do português mantendo o foco no estudo Bíblico, você pode sempre pesquisar o versículo na língua original e encontrar livros e sites confiáveis que indiquem os significados corretos de cada palavra; pode estudar as línguas por completo através de cursos ou aulas particulares; ou então, encontrar cursos sobre grego e hebraico com foco no estudo bíblico, que é a opção prática e eficiente.

O estudo de grego e hebraico está inserido na Teologia para que o Teólogo adquira maiores condições de ler, traduzir, interpretar e meditar na Bíblia. Para isso, é necessário compreender a gramática, a estrutura de frases e os significados das palavras nas línguas originais da Palavra de Deus.

É necessário que o estudante tenha disciplina para adquirir um conhecimento válido nas línguas. Afinal, precisa conhecer o alfabeto, verbos, substantivos, adjetivos e outras características importantes da gramática, a fim de poder fazer uma boa exegese (interpretação).

Exegese em grego e hebraico

Para os teólogos que desejam aprofundar seus conhecimentos em exegese, entendendo as línguas originais da Bíblia, a FABAPAR oferece o Bacharelado em Teologia Presencial com ênfase em exegese em grego e hebraico.

O aluno que optar pela ênfase na área de exegese, ou seja, no estudo das línguas originais, iniciará sua caminhada para se tornar um estudioso das Escrituras Sagradas, tendo a responsabilidade de priorizar a fidelidade à mensagem do texto sagrado. Será incentivado a produzir, ao longo do curso, estudos que tenham o verdadeiro sentido da mensagem.

O objetivo das disciplinas ofertadas é levar o aluno a não somente reconhecer, sem a ajuda de dicionários, as palavras mais utilizadas no texto original do Novo e do Antigo Testamento, ou seja, do grego e do hebraico, mas também conhecer a gramática, traduzir textos escolhidos e, principalmente, desenvolver a leitura e a interpretação dos textos bíblicos.

Quer saber mais? Fale conosco!
contato@fabapar.com.br
41 3024 8142 | 0800 600 8142

Av. Silva Jardim, 1859. Água Verde
Estacionamento: Rua Pasteur,645 – Batel