Aconselhamento pastoral é uma forma de ajudar pessoas que precisam de amparo para alcançar pensamentos, atitudes e soluções corretas de acordo com a Bíblia. É uma prática que requer preparo para realmente gerar resultados positivos.

Pastores, líderes de ministério ou células, e outras pessoas que exercem algum tipo de liderança na igreja, precisam estar capacitados para aconselhar quem procura ajuda. Porém, nesse caso, dar conselhos não funciona da mesma maneira como quando falamos com um amigo em uma conversa informal, não é mesmo? É preciso se basear na Bíblia, cuidar com opiniões pessoais e se preparar de diversas maneiras. Por isso, listamos algumas dicas essenciais para aconselhamento pastoral.

Ouvir é fundamental no aconselhamento pastoral

Um dos objetivos mais comuns de quem procura por conselhos é desabafar. Portanto, esteja disposto a ouvir. Promova um ambiente sério, mas com empatia e liberdade de fala.

feedbacks com palavras ou expressões faciais, a fim de mostrar que está ouvindo tudo. Faça perguntas para entender a situação, mas evite demonstrar reações para não coagir a pessoa.

Demonstre empatia

Dificilmente as pessoas aceitam um conselho de alguém em que não confiem ou com quem não se identifiquem. Por isso é tão importante não reagir enquanto a pessoa fala e mostrar o máximo de empatia possível. Tentar entender a pessoa é importante e não significa que você concorda com o que ela está falando.

Busque entender o contexto da situação

Tente entender as causas dos acontecimentos e a história das pessoas envolvidas, isso pode ajudar a encontrar questões mais profundas que devem ser solucionadas.

Entenda o nível de conhecimento bíblico da pessoa

No aconselhamento pastoral é preciso observar o nível de conhecimento bíblico e da maturidade da pessoa. Dessa forma, com base no que você pode perceber, adapte o sermão na linguagem da pessoa e explique coisas que são necessárias. Por mais básico que um conhecimento pareça ser para você, às vezes, é o que alguém precisa saber ou lembrar.

Busque uma mudança de mente e não de uma atitude única

Tente promover uma mudança de mente e posicionamento, não indique somente uma atitude isolada para determinada situação. Afinal, é melhor que a pessoa aprenda algo que gere excelentes frutos no presente e no futuro, em vez de só resolver um problema específico.

Seja positivo e compartilhe fé

Muitas pessoas buscam aconselhamento pastoral em momentos em que estão tristes e com pouca força para continuar. Por isso, por mais que seja necessário falar a verdade e seja algo doloroso de se ouvir, procure sempre terminar o conselho com palavras positivas, de esperança e que encoraje a pessoa a tomar as atitudes necessárias.

E claro, conheça a Bíblia

A dica mais importante para um aconselhamento pastoral, que realmente provoque mudanças significativas na vida das pessoas, é: esteja preparado! Estude profundamente a Bíblia e a teologia, esteja com suas convicções firmes na Palavra de Deus e busque sempre auxílio divino. Além disso, até mesmo quem aconselha precisa de um mentor que o acompanhe.